Polícia conclui inquérito sobre morte de bebê em MG: mãe saiu para carnaval e pai foi trabalhar. Entenda [Portal VozdoCLIENTE]

Polícia conclui inquérito sobre morte de bebê em MG: mãe saiu para carnaval e pai foi trabalhar. Entenda Polícia Civil/MG


Divulgação/PCMG



A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Poços de Caldas, concluiu inquérito sobre a morte de um bebê, de três meses, ocorrida no dia 25 de fevereiro deste ano.

Segundo as investigações e após ouvir testemunhas e os pais do bebê, ficou constatado que, no dia anterior ao óbito, a mãe teria saído de casa por volta das 16h para as festividades de carnaval, deixando a criança aos cuidados do pai. Já às 5h do dia seguinte, o pai precisou sair para trabalhar, e como acreditava que a mãe logo voltaria, deixou a criança sozinha no berço.

Ainda segundo as apurações, a mãe chegou à residência uma hora depois da saída do pai e já teria encontrado a criança desacordada. Com receio de ser responsabilizada, a mãe chamou uma vizinha para ficar com o filho e saiu de casa novamente.

A vizinha então vê que a criança está desacordada e aciona o socorro, mas o bebê já havia morrido.

Causa da morte

Segundo o Delegado responsável pelo caso, Hernanni Perez Vaz, “o laudo do IML apontou a morte como asfixia por broncoaspiração, possivelmente pela aspiração de alimento. O pai responderá por abandono de incapaz com agravante pelo resultado morte, em que a pena pode chegar a 12 anos”. Ainda segundo o Delegado, a responsabilidade da criança estava, naquele momento, com o pai. Por isso, a não responsabilização da mãe pelo fato.



Veja a reportagem na fonte.



Vídeos recomendados:

Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias