Candidato com tatuagem é autorizado a participar de concurso público da Marinha Link Externo




Do programaViaLegal:

Quase 60 anos depois da chegada da primeira máquina de tatuagem ao Brasil, o preconceito contra os desenhos e pinturas no corpo, diminuiu, mas não acabou.

No Rio de Janeiro, um candidato teve que entrar com um processo para garantir a participação dele em um concurso público da Marinha e ele conseguiu.

A decisão da Justiça levou em consideração a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal que considerou inconstitucional proibir tatuagens a candidatos a cargos públicos.

O preconceito hoje em dia (Segundo o blog Tatto2.com):

Infelizmente o preconceito ainda existe, apesar de estar em queda brusca ainda há quem pense que pessoas tatuadas são criminosas, vagabundas ou loucas.

Segundo a pesquisa sobre o comportamento dos tatuados brasileiros realizada pelo Tattoo2me em Março de 2018 com 5.390 pessoas, 57,96% dos entrevistados relataram ter sofrido algum tipo de preconceito por terem tatuagem.

Desses, 73,89% relataram ter sofrido preconceito dentro da própria família e apenas 22,26% sofreram preconceito no trabalho.

Esses dados nos mostram que a rejeição pela família ainda é muito grande, mas quando se trata de mercado de trabalho os casos de preconceito são menos frequentes.


Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!