SOS Caminhoneiro, uma das armas do governo ANTIGREVE, recebeu mais de 4,6 mil mensagens em 12 horas Portal Brasil




Lançado nesta quarta-feira (30) pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), subordinada ao Ministério Extraordinário da Segurança Pública (Mesp), o programa SOS Caminhoneiro recebeu, em apenas 12 horas de operação, mais de 4,6 mil mensagens de caminhoneiros de todo o País, além de moradores das regiões mais afetadas pelos bloqueios.

2 mil contatos

No total, mais de 2 mil pessoas já fizeram contato por meio da iniciativa, voltada para o atendimento de caminhoneiros que estiverem sofrendo ameaças ou algum tipo de dificuldade para se deslocar em razão da paralisação da categoria.

A assistência é realizada de maneira sigilosa e exclusivamente pelo WhatsApp, por meio do número (61) 99154-4645. O serviço funciona 24 horas por dia, no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília.

As informações colhidas são repassadas à Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF) e Força Nacional de Segurança Pública, cujas equipes verificam se as denúncias são procedentes. A CICCN mantém contato ainda com as Forças Armadas e as polícias estaduais.

Apoio a greve

Ao contrário do que diz o governo, dezenas de vídeos foram compartilhados nas redes sociais informando o apoio a greve e que emissoras estariam escondendo a verdade (vídeo anexado).

No vídeo, até militares e policiais rodoviários se manifestam e apóiam a luta dos caminhoneiros.

A greve foi encerrada depois de muita pressão do governo e o compromisso de baixar o diesel em R$0,46 já no segundo dia do mês de junho.







Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [1956 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!