11 mil bebês ilegais! No Sri Lanka havia ´FAZENDA DE BEBÊS´. Casos internacionais fizeram com que Etiópia proibisse adoções como de Brad Pitt e Angelina Jolie Link Externo




Do site/canal : TV VozdoCLIENTE - Informação Verificada!

O casal Brad Pitt e Angelina Jolie adotaram uma criança da Etiópia.

Um gesto carinhoso que comoveu e inspirou inúmeras pessoas em todo o mundo.

Mas um lado sombrio da adoção internacional tem sido duramente questionado depois que questões vieram a tona:

1) Casos de abuso sexual e maus tratos nos Estados Unidos de crianças adotadas internacionalmente;

2) A admissão do governo do Sri Lanka de que, na década de 80, havia locais específicos para que mães tivessem filhos, uma espécie de fábrica ou fazenda em condições precárias, para venda dos bebês internacionalmente;

3) Uma série de reportagens de uma TV Holandesa mostrando que bebês recebiam até pais falsos para facilitar um esquema internacional;

4) Reconhecido por países que criminosos fazem um comércio do processo de adoção internacional;

Por estas questões, o governo da Etiópia, um dos países mais pobres do mundo com milhares de crianças e adultos precisando de ajuda humanitária, suspendeu qualquer adoção internacional.

TV exibe provas de tráfico internacional de crianças

A rede holandesa de TV ARA exibiu vários documentários com provas contundentes de que o governo foi conivente com cerca de 11 mil adoções para a Europa, principalmente Holanda na década de 80.

Um esquema de tráfico internacional fora montado naquele país. O processo era tão forte que incluía até a criação de "fazenda de bebês", uma espécie de prisão ou fábrica onde mulheres ficavam até ganharem os bebês.

Depois, elas declaravam os meninos mortos, sequestrados ou que não estiveram grávidas ou ainda que abortaram... A partir daí, pais falsos e documentos arranjados permitiam estas crianças serem inseridas em outros países.

Hoje estas crianças são adultos e levam um choque ao descobrir, por exemplo, que suas datas de nascimento foram falsificadas ou que foram declaradas mortas ao nascer.

O governo do Sri Lanka foi alertado desde 1987 mas a pressão internacional só foi aceita depois dos documentários na TV.

Após admitir o problema, governos e investigadores estão trabalhando no caso para tentar identificar responsáveis.

O governo também disse que vai criar um banco de dados com DNA para que filhos e pais biológicos se reencontrem.

Assine o canal e acesse: www.vozdocliente.com.br. Faça parte dessa idéia! - Voz do Cliente, voz do consumidor



As adoções de Pitt e Jolie são agora questionadas sob ótica do caráter econômico das transações no processo



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [2383 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!