Depressão pastoral? ÚLTIMO VÍDEO de pastor assembleiano antes de suposto suicídio levanta questões que as igrejas não discutem Portal VozdoCLIENTE


Último vídeo do pastor lançado em redes sociais é reflexivo e muitas pessoas perguntam: Teria ele lançado informações da própria morte?


O pastor Júlio César Silva, que já presidiu a Assembleia de Deus Ministério Madureira em Araruama (RJ) foi encontrado sem vida, por por enforcamento, na varanda de sua casa, em um condomínio na região nobre da cidade. Ao que tudo aponta, a polícia considera o caso suicídio mas outras hipóteses serão ainda consideradas já que há pouca informação sobre o caso.

Sobrinho do pastor Oídes José do Carmo, presidente da Assembleia de Deus (Campinas), o pastor Júlio era considerado um renome no mundo gospel e tem dezenas de mensagens, pregações e outros materiais de trabalho citados em seu nome.

O que chamou a atenção a muitas pessoas próximas foi justamente um vídeo gravado pelo pastor antes de sua morte, onde ele trazia uma mensagem de dor e ausência. (assista acima).

Teria o o pastor premeditado a própria morte?

Depressão pastoral

O suicídio de pastores tem gerado preocupações em todo o mundo, haja visto que tais líderes são referências em fé e persistência.

O Instituto Schaeffer, dos Estados Unidos, chegou a pesquisar sobre a saúde mental de líderes religiosos e revelou que 70% dos pastores lutam constantemente com a depressão, e 71% estão “esgotados” física e mentalmente.

Ainda de acordo com esta pesquisa, 80% dos pastores acreditam que o ministério pastoral afeta negativamente suas famílias e 70% dizem não ter um amigo próximo.

Assim como o número geral de suicídios, os casos com vítimas que lideram igrejas também têm a depressão como principal causa. Além da doença, fatores como traições ministeriais, baixos salários, isolamento, falta de amigos e problemas conjugais também foram registrados.

                                    (apoio textual / tradução site JMNotícias)

A depressão é o mal do século, segundo a OMS.

O pastor não está, infelizmente, imune a essa doença chamada depressão. Como qualquer um ele(a) está sujeito aos fatores e circunstâncias que podem conduzir a esta doença mortal.

O maior problema é que o "status" pastoral faz com que as pessoas pensem e insistam em negar que isso seja possível.

Devido à sua posição de líder de uma igreja, ele(a) terá muitas dificuldades em reconhecer que precisa de ajuda médica e profissional.

Outro pastor

Um outro caso também vinculado a princípio a suicídio ocorreu na cidade de Cornélio Procópio (PR) no último domingo.

O pastor Ricardo Moisés, da Igreja Assembleia de Deus, também foi encontrado enforcado em sua casa que fica nos fundos da igreja. 

Com 28 anos de idade, Ricardo foi encontrado já sem vida por sua esposa, que chegou a acionar o SAMU e a Polícia Militar, mas era tarde demais.

Como cuidar para que líderes religiosos não caiam na cilada da depressão?

O site cuidandodomisionario.org.br sugere algumas questões pessoais:

Algumas intervenções para superar a depressão:

1 ) Abrindo-se para uma experiência diferente com Deus.  I Reis 19: 5-21.

E depois do terremoto, um fogo, porém também o Senhor não estava no fogo; e depois do fogo uma voz mansa e delicada. E sucedeu que, ouvindo-a Elias, envolveu o seu rosto na sua capa, e saiu, e pôs-se à entrada da caverna. E eis que veio a ele uma voz, que dizia: Que fazes aqui, Elias? 1 Reis 19:12-13

No quadro depressivo é comum as pessoas se fecharem para o mundo, porém deve-se  incentivar a busca pela experiência com Deus, pois ele sabe como nos ajudar neste processo. Elias só conseguiu superar devido essa experiência espiritual que mudou sua vida e ministério.

2 )  Sabendo que nossa missão é importante para Deus
E o Senhor lhe disse: Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; e vem, e unge a Hazael rei sobre a Síria. 1 Reis 19:15

Deus estava reafirmando que a tarefa de Elias era importante para nação de Israel, o cenário espiritual político estava em declínio e Elias era o homem que seria usado para promover mudanças. Quando alguém entra no quadro depressivo logo seu trabalho, família e comunidade não têm mais importância. É necessário realçar essa verdade que Deus, em seus propósitos conta com aquela pessoa.

3 ) Superando a decepção com o próximo

E ele disse: Eu tenho sido em extremo zeloso pelo Senhor Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram o teu concerto, derribaram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada; e só eu fiquei, e buscam a minha vida para ma tirarem. 1 Reis 19: 14

A depressão de Elias era exógena, a falta de compromisso das pessoas, o descaso com o sagrado, a superficialidade fizeram com que aflorasse a depressão. Pessoas com o perfil de perfeccionismo, podem no decorrer do ministério se frustrar, pois, encontrão pessoas descompromissadas. È necessário saber que nossa missão é oferecer apoio e alimento espiritual e caberá ao outro decidir pela escolha. Desta forma teremos claro em nossa consciência o senso de dever cumprido.

4 ) Utilizar o modelo comportamental adotado por Jesus.

Jesus é nosso protótipo perfeito em tudo, ele possuía  engajamento social saudável.

E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Cana da Galiléia, e estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas. João 2:1-2

Um dos fatores exógenos que leva a depressão é o distanciamento social. Jesus demonstrou muitas vezes estar envolvido  com eventos sociais saudáveis.

Dentro da agenda de Jesus ele destinava períodos para recarregar suas  energias vitais, dando tempo para a reflexão, descanso da fatiga gerada pela ministrações. É de suma importância que o ministro saiba desfrutar também de tempos para renovação física e mental. Afastando assim alguns motivos que desencadeiam a depressão.

O artigo do site ainda conclui:

A depressão não escolhe idade nem classe social, e nenhum de nós estamos isentos de passar por ela, é de suma importância que nós ministros estejamos atentos para esses sinais, pois o diagnóstico precoce e a prevenção ainda é o melhor remédio para cura.



Pastor Júlio: Reconhecido no mundo gospel, principalmente entre os assembleianos. Foto: Divulgação Redes Sociais



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [6034 - desktop]






Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!