FLAGRANTE de funcionária do INCRA recebendo R$12mil para liberar lote em Minas Gerais [Portal VozdoCLIENTE]

FLAGRANTE de funcionária do INCRA recebendo R$12mil para liberar lote em Minas Gerais Agência Minas




A Polícia Federal prenderam nesta terça-feira (22), em flagrante, duas servidoras do INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, acusadas de receber R$ 12 mil para emitir um parecer favorável no caso de um lote no assentamento Mimoso, na cidade de Arinos, em Minas Gerais. 

De acordo com a PF, uma das funcionárias, lotada na sede do órgão, em Brasília, já estava sendo investigada desde 2015, acusada de receber R$ 15 mil ilegalmente em outro caso de corrupção.

O flagrante

A PF chegou no momento e uma das servidoras que se identificou como Rute recebeu a voz de prisão.

Na ação da polícia, em vídeo e autorizada, os policiais já identificam um envelope sobre a mesa e começam a desenrola-lo. A mulher então se nega dizendo que o "envelope não era dela"

A dupla foi encaminhada para a Superintendência Regional da PF, no Setor Policial Sul e deve ficar à disposição da Justiça.



Dinheiro estava enrolado no envelope. Reprodução vídeo PF



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [2835 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!