Mortes caem 57% na Operação Semana Santa. Mas só no Paraná ainda foram autuados 77 embriagados e quase 7 mil acima da velocidade permitida. Link Externo


Foto da PRF mostra policial monitorando tráfego.



Da Polícia Rodoviária Federal:

Ação no Paraná mostra redução

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou seis mortes no Paraná durante a Operação Semana Santa deste ano. O número é 57,1% menor do que o verificado no mesmo feriado prolongado de 2017, quando 14 pessoas morreram.

Ao longo de quatro dias de operação, entre a última quinta-feira (29) e ontem (1º), a PRF contabilizou 104 feridos e atendeu 102 acidentes.

As equipes da PRF flagraram 77 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 520 ultrapassagens proibidas e 6.913 veículos acima da velocidade máxima permitida pela sinalização.

Em 71 abordagens, os policiais rodoviários federais se depararam com veículos nos quais crianças eram transportadas sem cadeirinha, assento de elevação ou bebê-conforto –equipamentos de retenção de uso obrigatório para crianças de até sete anos e meio de idade.

No total, 210 veículos foram recolhidos aos pátios pela PRF, por diversas irregularidades.

Entre as causas dos cinco acidentes que resultaram nas seis mortes deste ano estão excesso de velocidade, embriaguez e desatenção.

Quatro das seis mortes ocorreram em trechos de reta e com pista seca. Metade das vítimas morreram em colisões frontais.

Operação Semana Santa 2018 no (dados do Paraná):

- 6 mortes;
- 104 feridos;
- 102 acidentes;
- 77 flagrantes de embriaguez;
- 520 ultrapassagens proibidas;
- 6.913 casos de excesso de velocidade;
- 71 crianças sem cadeirinha.

 

Texto: Fernando Oliveira / PRF

Distrito Federal

Entre os focos da fiscalização esteve o combate a embriaguez ao volante. Entre o início e o fim da operação (00 h de quinta-feira, dia 29 e às 23h59 de ontem, dia 01/04) foram flagrados 25 condutores dirigindo sobre a influência de álcool, sendo que três motoristas foram detidos e encaminhados para a delegacia com índice acima de 0,34 mg/L.

Foram notificadas 31 pessoas transitando sem o uso do cinto de segurança. Vale lembrar que a utilização deste dispositivo de segurança, tanto para motoristas quanto para passageiros, faz a diferença na hora de um acidente de trânsito, podendo reduzir sua gravidade e até mesmo salvar vidas.

Acidentes gravíssimos podem acontecer em ultrapassagens indevidas, pois normalmente resultam em colisões frontais. 434 condutores foram flagrados realizando este tipo de manobra, que coloca não só a sua vida em risco, mas também gera risco a todos os usuários da rodovia.
??
? 1.495 veículos foram flagrados acima do limite da velocidade permitida na via. Os registros foram feitos durante toda a Semana Santa nas BRs 060 e 020, principalmente.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [501 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!