Estação Chinesa TIANGONG-1 despenca sobre o Oceano Pacífico sul. Houve vítimas? A gigante de 8,5 toneladas desintegrou? Portal VozdoCLIENTE




A cada volta que ela dava sobre a Terra, principalmente nas últimas horas era uma expectativa.

Sobre o Brasil, por exemplo, ela passou dezenas de vezes, ora sobre o Nordeste - no último dia de vida, no domingo, por exemplo, passou sobre a cidade de Maceió, AL - ora sobre o Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Na verdade nenhum local estava a salvo, pois sua trajetória também já se tornara incerta.

Que tem vida útil todos objetos no espaço todos sabem, o que ninguém esperava é que um governo e sua ciência, deixassem "a Deus dará" uma gigante de 8,5 toneladas.

Se pudéssemos comparar, imagina um ônibus caindo do céu. Porque suas dimensões e peso realmente seriam comparáveis a um

Embora a maioria dos cientistas dissessem que ela iria cair e se desintegrar na descida o temor existia porque há relatos - e provas materiais - de quedas de objetos gigantescos do céu em várias partes do mundo (no vídeo anexo há alguns) porém só há registro de uma vítima humana: Uma mulher nos EUA foi atingida de raspão por um pedaço de metal caindo do céu, por sorte, muita sorte, de raspão no braço... se pega no peito ou cabeça teria sido fatal.

Enfim, o drama sideral acabou! E pacificamente, me permitam o trocadilho.

A agência AeroSpace.org confirmou a reentrada da gigante na Terra por volta de 00:16 UTC do dia 2 de Abril de 2017. Até onde se sabe, boa parte dela realmente se desintegrou na descida e como foi sobre o oceano é pouco provável que se tenha alguma parte de amostra.

Neste momento ela "voava" sobre o Oceano Pacífico sul, abaixo próximo ao Taiti e, ao que tudo indica, não há vítimas.

Menos mal.



Imagem ilustrativa da Web.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [1537 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!