Companhia energética é condenada a indenizar aldeia indígena que ficou 4 meses sem energia elétrica Link Externo




Do ViaLegal:

Viver da agricultura em regiões de seca é sinônimo de trabalho duro e resultados incertos.

Só com a irrigação da lavoura é possível assegurar a produção do alimento para consumo e venda.

Em Pernambuco, uma aldeia indígena perdeu tudo o que produziu na terra depois de ficar quatro meses sem energia elétrica e, em decorrência disso, sem irrigar a plantação.

Os índios Pankaiwká processaram a companhia energética do Estado.

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região decidiu de forma favorável aos indígenas.






Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!