Justiça autoriza mulher de 43 anos vai ter filho com óvulo da irmã Link Externo




Do site/canal : programaViaLegal

A medida que a idade aumenta, a fertilidade diminui. Para tentar ter um filho aos 43 anos, uma mulher de São Paulo pediu uma doação de óvulo da irmã, mas foi impedida pelo Conselho Federal de Medicina.

Uma norma do CFM estabelece o anonimato da doadora de óvulos. Mas ela não aceitou essa condição, recorreu à Justiça Federal e conseguiu o direito de receber o óvulo da irmã.

Até que idade uma mulher pode ser fertilizada (fonte: vidabemvinda.com.br)?

Depois dos 35 anos, a mulher já tem uma perda da fertilidade considerável, que se acirra depois dos 38. Segundo especialistas, a mulher consegue fazer a fertilização in vitro com seus próprios óvulos até uma média de 43 anos de idade, sendo que não há uma idade fixa estipulada, já que cada uma possui características únicas que podem tanto aumentar como diminuir esse limite. Por exemplo: uma paciente com 42 anos com 20 folículos antrais tem uma chance de engravidar maior que outra paciente com a mesma idade, mas com uma reserva de 6 folículos.

Em situações de pouca quantidade e baixa qualidade dos óvulos, pode ser indicada a doação de óvulos (ovodoação) de uma mulher mais jovem, assim como a doação de esperma, caso o homem apresente alterações seminais graves. Outro procedimento que pode ser adotado é o congelamento dos próprios óvulos visando a uma gravidez futura via FIV.

Por exigências do Conselho Federal de Mecidina (CFM), os óvulos não podem ser comercializados, e o anonimato da doadora deve ser preservado. A legislação brasileira atual também não permite a doação entre familiares. Em geral, as taxas de gravidez em ciclos de ovodoação possuem mais de 50% de sucesso.

Um estudo publicado pela Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, mediu a taxa de gravidez da FIV em mulheres acima dos 40 anos com seus próprios óvulos. O resultado é que as de 40 anos tiveram 20,8% de sucesso com o tratamento; as de 41 anos tiveram 15%; 11,6% das de 42 anos conseguiram engravidar e apenas 2,8% em relação a mulheres com 43 anos ou mais.

Isso não significa que mulheres com 44 ou 45 anos não consigam mais engravidar. Uma análise clínica associada aos exames e tratamento médico adequado pode conduzir uma gravidez. Mulheres na faixa dos 40 anos podem vir a ter uma gravidez mais saudável do que uma com a metade da idade. A alimentação balanceada, prática de exercícios físicos e evitar tabagismo, álcool e drogas podem fazer toda a diferença em relação à fertilidade.






Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!