Justiça condena viúva que falsificou carteira de trabalho do marido para receber pensão [Portal VozdoCLIENTE]

Justiça condena viúva que falsificou carteira de trabalho do marido para receber pensão Link Externo




Do site : Via Legal

O déficit na Previdência Social deve passar de R$ 200 bilhões de reais em 2018, nas projeções do governo.

A sangria do dinheiro do trabalhador tem vários motivos. Um deles são as fraudes.

Pelo menos 10% dos benefícios pagos pelo INSS têm algum tipo de erro, ou falcatrua.

Mas também tem gente que não tem direito a benefícios e tenta aplicar golpes.

Golpes se alastram

Quadrilhas se especializam e fazem promessas as pessoas e até conseguem, sob falsificação de documentos a aposentadoria. Mas quando o crime é descoberto a pessoa pode ser presa e inclusive condenada a devolução do dinheiro recebido.

Em não raros casos, as quadrilhas recebem o dinheiro das pessoas com intenção de aposentar e simplismente desaparecem.

Caso da viúva

Em Minas Gerais, uma mulher falsificou a carteira de trabalho do marido falecido para receber a pensão por morte.

A fraude foi descoberta.

Em primeira instância, a filha foi absolvida e a mãe condenada a um ano e quatro meses de reclusão pelo crime.



As fraudes estão em torno de 10% do que a Previdência paga a aposentados e pensionistas



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [10361 - desktop]