Empresa desafia Austrália: NÓS VAMOS ENCONTRAR O avião Malaysia MH370! Buscas já iniciaram e até navio da empresa ´sumiu´ também por 80 horas [Portal VozdoCLIENTE]

Empresa desafia Austrália: NÓS VAMOS ENCONTRAR O avião Malaysia MH370! Buscas já iniciaram e até navio da empresa ´sumiu´ também por 80 horas Link Externo




Com tantas tecnologias no mundo, com tantos métodos de rastreamento não só nos aparelhos criados. Tecnologias hoje permitem supermercados rastrearem em quais regiões está vendendo determinados produtos com soluções de geo processamento.

Com o Google Earth armazenando e mostrando cada metro do planeta, o inacreditável aconteceu: Austrália, China e Malaysia encerraram as buscas do voo MH 370 (depois de 3 anos e um custo de 200 milhões de dólares) para frustração de todo o mundo.

Imagens do MH370 no Google Earth ?

E por falar em Google Earth, em Março de 2017 um pesquisador de OVNI publicou imagens obtidas da tecnologia, onde levantou a suspeita de que o avião estaria pairando sobre as águas do Oceano Índico ao sul da ilha de Madagascar.

A notícia agitou as redes mas foi logo descartada: a possibilidade do avião estar inteiro como parece ser a foto é nula.

Ocean Infinity está procurando o avião, de graça!

Agora uma empresa, a Ocean Infinity aceitou o desafio: Vai procurar o avião e não vai cobrar nenhum centavo. A empresa só vai receber SE, e somente SE, encontrar o avião.

A notícia pegou o mundo de surpresa mas os familiares dos 239 passageiros a bordo do avião desaparecido alimentaram uma nova esperança.

E junto com eles, o mundo todo torce por esta nova possibilidade: outros equipamentos já no oceano próximo a Austrália para procurar o MH370.

Assista o vídeo e veja alguns desses equipamentos novos e os já empregados na tentativa de solucionar, pelo menos em parte, o mistério do voo MH 370 que partiu de Kuala Lumpur, na Malásia, e deveria pousar em Pequim, na China.

O navio que procurava o avião sumiu

Um susto já ocorreu, um dos navios da expedição parou de transmitir sua localização por mais de 80 horas!

"O transmissor de AIS estava desligado. É preciso entender se se tratou de um erro da tripulação durante passagem de uma nova rota, ou de uma ação intencional", afirmou à Fox News Richard Cole, especialista em sistema de geolocalização.

De acordo com especialista, a tripulação do navio pôde ter disfarçado sua localização de propósito para caçar tesouro ao invés de procurar destroços do avião. Em 2016, na área operacional foram encontrados vários destroços supostamente pertencentes a um navio mercante, que naufragou no início do século XX. 


Vídeo anexo canal TV VOZDOCLIENTE: Assine o canal e acesse: www.vozdocliente.com.br. Faça parte dessa idéia! - Voz do Cliente, voz do consumidor



Uma asa encontrada foi confirmada como sendo do avião Malaysia MH voo 370. Foto: Web



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [343 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!