PCMG prende quadrilha que roubava residências na região norte de BH [Portal VozdoCLIENTE]

PCMG prende quadrilha que roubava residências na região norte de BH Polícia Civil/MG


Delegado de Lagoa Santa Flávio Teymeny, Chefe de Departamento de Vespasiano Ramon Sandoli, Delegado Regional de Venda Nova Marcelo Mandel e Delegada da 2ª Venda Nova Roberta Sodré.



Durante operação deflagrada na quarta-feira (8), a Polícia Civil prendeu Gustavo Tadeu Martins da Silva, 20 anos, Thales Patrick Souza Conceição, 20, Igor Quaresma dos Santos, 19, e Matheus da Silva Pereira, 19, que, juntos com cinco adolescentes de 14 a 17 anos de idade, são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubo a residências na região norte de Belo Horizonte.

A delegada responsável pela a investigação, Roberta Sodré, comentou como o grupo agia durante os crimes. "A quadrilha abordava os moradores quando eles estavam entrando ou saindo da residência, geralmente quatro ou cinco suspeitos que alternavam entre eles. Eles faziam os moradores reféns e levavam os veículos e os bens da residência, como joias e eletrodomésticos. Eles sempre atuavam armados", disse.

A quadrilha teria assaltado mais de dez residências e subtraído mais de dez veículos de luxo, como caminhonetes e carros importados, além de joias, relógios, vestuários, eletroeletrônicos e diversos outros pertences, podendo se afirmar que o prejuízo total sofrido por todas as vítimas tenha sido de mais de R$ 1 milhão. 

                                                                                                                                                                                            DIvulgação PCMG



Material apreendido


A quadrilha, que iniciou a onda de crimes há pouco mais de dois meses, usava os veículos subtraídos nas residências, trocando as placas, para a prática de novos delitos.

                                                                            Divulgação PCMG

Presos


O delegado regional da Polícia Civil em Venda Nova, Marcelo Mandel, destacou a importância da prisão dos suspeitos. "Esse trabalho significa um duro golpe na criminalidade violenta e impactua positivamente de forma a reduzir o índice de criminalidade na nossa região. Mostra que a Polícia Civil de Minas Gerais não fica inerte e nem tolerante com condutas dessa natureza", ressaltou.

Durante a ação, foram localizados inúmeros pertences das vítimas nas residências dos investigados, bem como recuperados, no total, sete dos veículos roubados.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [450 - desktop]