Dez mil brasileiros concorrem a vagas no Mais Médicos [Portal VozdoCLIENTE]

Dez mil brasileiros concorrem a vagas no Mais Médicos Portal Brasil


Profissionais disputarão 1,2 mil vagas ofertadas. Destas, cerca de 700 são ocupadas por médicos cubanos



As inscrições de candidatos brasileiros em edital do Programa Mais Médicos chegou a 10.557 inscrições. Os profissionais vão concorrer a 1,2 mil vagas ofertadas nesta chamada para 563 municípios e dois distritos indígenas. O resultado das inscrições está previsto para o dia 9 de janeiro e a seleção das localidades de preferência ocorrerá em seguida, nos dias 10 e 11.

Entre as vagas ofertadas, 708 vagas estão atualmente ocupadas por médicos cubanos e as demais são relativas a reposições periódicas realizadas em decorrência de saídas de profissionais. A substituição de médicos cubanos por brasileiros é uma das prioridades do governo federal, que pretende substituir 4 mil médicos cooperados por brasileiros em três anos.

A meta é reduzir de 11,4 mil para 7,4 mil participantes cubanos no programa. A expectativa é chegar a 7,8 mil brasileiros no Mais Médicos, representando mais de 40% do total de profissionais.

Perfil dos candidatos

Os profissionais inscritos são, em geral, graduados nos últimos cinco anos (86,2%), na faixa etária entre 26 e 30 anos (44,4%), e do sexo feminino (54%). Com relação à proveniência, os estados onde reside maior quantidade de médicos interessados são Minas Gerais (14,3%) e São Paulo (8,4%). Entre os profissionais, a maioria se formou em instituições privadas brasileiras (53,9%).

Os profissionais serão alocados de acordo com critérios de classificação, como detenção de título de especialista e experiência na área de Saúde da Família. Nesta fase, o atual edital conta com uma novidade: os profissionais que não estiverem totalmente satisfeitos com a alocação, poderão permutar a localidade com outro médico que tenha interesse.

Após a lotação, os médicos devem confirmar o interesse nas vagas e seguem então para os municípios, onde iniciam as atividades nas unidades básicas a partir de fevereiro.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias