Bebê morre afogado em balde em São Domingos do Prata [Portal VozdoCLIENTE]

Bebê morre afogado em balde em São Domingos do Prata Otempo


www.blogdowalterley.com.br



Uma fatalidade chama atenção para o cuidado com crianças. Um bebê de apenas 10 meses morreu afogado em um balde, na casa onde morava com a mãe, em São Domingos do Prata, na região Central de Minas Gerais, nessa semana.

A mãe do menino, de 15 anos, contou à Polícia Militar (MP) que ela tinha terminado de limpar a casa, na rua Dona Nininha de Castro, no bairro Padre Antônio, e teria deixado no chão um balde com cerca de 15 centímetros de água e sabão. O bebê dela brincava perto do balde quando ela foi ao banheiro. Quando retornou, a criança estava com a cabeça dentro do balde.

A avó do menino também estava na residência e só tomou conhecimento do acidente pelos gritos da filha. O bebê chegou a ser socorrido por bombeiros voluntários da cidade, mas ele não resistiu.

A adolescente e sua mãe foram encaminhadas para uma delegacia para prestar esclarecimentos.

Bombeiros dão dicas

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais listou dicas importantes para o cuidado da família com as suas crianças. Leia:

- A regra básica para prevenção de afogamentos é a vigilância constante dos pais e cuidadores que devem estar sempre atentos, dentro de casa ou em clubes, praias, lagoas e represas;

- Mesmo que a criança saiba nadar é necessário a supervisão ativa, mesmo em locais rasos, os afogamentos podem ocorrer em locais com apenas dez centímetros de profundidade;

- Desta forma é necessário esvaziar baldes, bacias, banheiras e piscinas infantis;

- Observar o acesso a máquinas de lavar roupas e tanquinhos, evitando que a criança consiga subir, vindo a cair dentro da mesma;

- Manter o vaso sanitário fechado, ou a porta do banheiro sempre fechada;

- Em residências que possuem piscinas as mesmas devem ser protegidas por grades, redes de proteção, não permitindo o acesso de crianças sem a supervisão de um adulto;

- Não se deve deixar criança ou bebê sozinho no momento do banho em banheiras ou bacias;

- Se tiver algum vizinho ou amigo que tenha piscina em casa, certifique-se de que o seu filho quando for visitá-los, seja vigiado por um adulto;

- É importante que as crianças aprendam a nadar com instrutores qualificados ou em escolas de natação.

Quando perceber que a crianças está afogando, o que fazer?

A primeira conduta é retirar a vítima do local onde está se afogando se tiver segurança para fazê-lo. Logo em seguida verificar o nível de consciência através de estímulos nos pés do bebê, ou em crianças maiores chama-lá, tentar estimula-lá com movimento.

Se inconsciente, pedir para alguém ligar para o serviço de emergência (193 ou 192), acionar o serviço de Resgate e receber orientações. Enquanto isso a pessoa que está prestando os primeiros socorros deverá verificar se o bebê respira através da expansão visível do tórax. Monitorar sua respiração até a chegada do serviço de emergência e deixa-lo no colo posicionado com o corpo sob o lado direito para facilitar sua respiração.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias