Professores acampam em gabinete de prefeito de Contagem e cobram reivindicações para categoria [Portal VozdoCLIENTE]

Professores acampam em gabinete de prefeito de Contagem e cobram reivindicações para categoria Hoje em Dia


Professores não querem deixar a prefeitura senão forem recebidos para negociação. Foto: SindUTE



Professores e técnicos-administrativos da rede municipal de Educação de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, estão acampados nesta segunda-feira (18) no gabinete do prefeito Carlin Moura (PC do B). A categoria reivindica recomposição salarial, redução de jornada de trabalho, alteração no padrão da carreira e valorização profissional.

Segundo representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação em Minas Gerais (Sind-Ute), os professores não deixarão o gabinete até que a prefeitura de Contagem realize novas negociações.

Em nota, a prefeitura de Contagem afirmou que “diante da crise financeira que assola os municípios e dos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, a administração se vê com dificuldades para garantir o reajuste salarial reivindicado pela categoria”. Além disso, o município garante que “já paga o maior salário da Região Metropolitana de BH para os professores em início de carreira.”

Sobre as futuras negociações, a administração afirma que “aguarda a indicação do Sind-UTE para que apresente os membros da categoria que vão compor uma comissão que irá, junto com o governo, elaborar um plano para recomposição da perda salarial dos servidores nos últimos anos”.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias