PF prende médico em MG por financiar a produção de pornografia infantil [Portal VozdoCLIENTE]

PF prende médico em MG por financiar a produção de pornografia infantil Polícia Federal (DPF)





Belo Horizonte/MG - A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje, 21, a operação Mr. Hyde*, que resultou na prisão de um médico de Uberaba/MG, suspeito de compartilhar e financiar a produção de material de pornografia infantil.

Em 2012, quando ainda era estudante de medicina, o preso se associou a um australiano e uma filipina responsáveis pela produção de vídeos de crianças sendo abusadas e violentadas sexualmente. O médico brasileiro financiava os autores, recebendo os vídeos e fotos em contrapartida. Ele também os ensinou a obter remédios para dopar as vítimas antes dos abusos.

As imagens e vídeos eram compartilhados na chamada deep web ou dark web, uma parte da internet que só pode ser acessada com a utilização de softwares específicos, que permitem a navegação de forma pretensamente anônima.

O australiano foi preso em fevereiro deste ano pela polícia filipina, que contou com a ajuda da Polícia Federal Australiana e da Polícia Nacional da Holanda.

Até ser preso, o médico atendia regularmente em uma Unidade de Pronto Atendimento de Uberaba/MG. Ele deve responder pelo armazenamento e publicação de pornografia infantil, bem como pelo financiamento de organização criminosa internacional.

*O nome da operação faz referência à obra “Dr. Jekyll and Mr. Hyde”, que no Brasil recebeu o título de “O médico e o monstro”. O programa de TV “60 minutes” da Austrália produziu uma reportagem sobre esse caso, que pode ser vista em http://bit.do/op-mr-hyde.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [3094 - desktop]