Pela primeira vez na história, uma mulher assume a Chefia da PCMG [Portal VozdoCLIENTE]

Pela primeira vez na história, uma mulher assume a Chefia da PCMG Polícia Civil/MG





Nomeada pelo governador Fernando Pimentel, a delegada-geral Andrea Cláudia Vacchiano é a primeira mulher a assumir a Chefia da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). Ela era diretora do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) desde março e substitui a Wanderson Gomes da Silva, chefe da PCMG desde janeiro. Os atos foram publicados na edição de hoje (19/11) do “Minas Gerais”, órgão Oficial do Estado.
 
A nova chefe da Polícia Civil de Minas Gerais tem 47 anos. É delegada desde 1990, quando assumiu a Delegacia de Mulheres em Juiz de Fora. Foi chefe do 1º Departamento, responsável pela Polícia Civil em Belo Horizonte, e teve várias passagens pelo Detran antes de assumir a direção daquele órgão.
 
Andrea Vacchiano ocupou cadeira no Conselho Superior da PCMG também como superintendente de Planejamento, Gestão e Finanças (SPGF) e já foi assessora na Secretaria de Defesa Social. Em 2014, foi uma das coordenadoras operacionais do trabalho da Polícia Civil durante a Copa do Mundo e tem no currículo cursos com as polícias de Nova York (EUA) e de Roma (Itália).

 
Adjunto
 
O delegado-geral João Otacílio da Silva Neto ingressou na Polícia Civil no ano de 1991 e, desde o último dia 6 de novembro, é o novo chefe-adjunto da PCMG. Ele substituiu a Marcos Silva Luciano, também por ato do governador Fernando Pimentel. O novo adjunto atuou em várias delegacias da Capital e do interior, sendo chefe da Divisão de Operações Especiais (Deoesp) e delegado regional em Ponte Nova, Pirapora e João Monlevade. Antes de ser nomeado para o cargo atual era delegado regional em Ipatinga.



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [1106 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!