Os piores bônus de fim de ano que alguém pode receber [Portal VozdoCLIENTE]

Os piores bônus de fim de ano que alguém pode receber BBC Brasil


O Natal pode ser ainda mais feliz com aquele bônus de fim de ano que sua empresa decide depositar na sua conta.



Mas o que acontece quando o bônus, em espécie, é inútil ou até ofensivo, mesmo quando bem-intencionado? Consultamos o site tira-dúvidas Quora para descobrir quais os piores bônus já entregues por empresas. Aqui estão algumas das respostas que coletamos.

David Hood recebeu uma série de "presentes de grego" do asilo onde trabalhava. Eis o que ele escreveu:

  • Uma vez cada um de nós, funcionários, ganhou um corte de presunto. Eu não como carne e muitos dos meus colegas eram judeus (não comem carne de porco).
  • A empresa mandou para minha casa uma blusa de moleton com seu logotipo, que era quatro números maior que o meu.
  • Recebi uma carta de agradecimento diretamente do meu chefe. Mas ele escreveu meu nome errado, mesmo eu tendo trabalhado lá por tantos anos.
  • Ganhei um voucher para uma refeição grátis no asilo, só que eu trabalhava ali como cozinheiro!
  • E ainda veio um voucher para comprar gasolina em um posto que tinha fechado seis meses antes.

Talvez seja ainda pior quando uma empresa aparenta estar dando uma compensação financeira mas, na realidade, apresenta outro tipo de presente.

Andy Warwick, que coordena os cursos de inglês de sua empresa, não acreditou quando recebeu seu bônus de fim de ano: um desconto de 20% nos cursos de inglês para crianças.

Warwick, que é nativo na língua, diz que não tem filhos. "Pode até ter sido uma oferta bacana para os funcionários estrangeiros, mas não para pessoas com o meu perfil."

Os carteiros britânicos não esconderam sua decepção ao receber um bônus quando o Royal Mail, o serviço de correios da Grã-Bretanha, registrou um lucro recorde de US$ 156,6 milhões. O presente: um pacote de sementes de flores para cada funcionário.

"O 'presente' valia cerca de 0,30 libra (cerca de R$ 1,20)", conta Joe Geronimo Martinez.

Leia mais: Leitores falam sobre entrevistas de emprego mais bizarras que tiveram

Prêmios indigestos

De burritos a pistaches, de bombons a panetones, os internautas do Quora revelaram que já ganharam de tudo em vez de bônus em dinheiro.

Corrie Hausman, hoje especialista em recursos humanos, lembra quando trabalhava em uma loja por longas horas e com poucas pausas para descansar.

"A matriz nos mandou uma caixa com seis biscoitos que tinham que ser divididos entre 25 funcionários, um catálogo com todos os tipos de biscoitos que não tínhamos ganhado e uma carta do chefe nos incentivando a trabalhar mais duro. E o mais inacreditável foi que os seis biscoitos ficaram esmigalhados no transporte."

Já Dana Poncelet diz que até que ficou feliz por ganhar um peru e uma caixa de laranjas. Mas depois ficou sabendo que teria de pagar imposto sobre eles.

Steve Johnson, funcionário público em uma base militar, ganhou peru de sua empresa durante 15 anos. "Até que contrataram o fornecedor mais econômico do mundo", lembra Johnson.

"No primeiro Natal, eles deram para os funcionários um papel impresso com a imagem da silhueta de um peru. Não era nem uma foto de um peru de verdade. Não era nem uma imagem colorida. Muitos de nós pregaram os desenhos na entrada do escritório. No ano seguinte, não ganhamos nem a imagem do peru."



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [1755 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!